2ª Etapa Copa Paulista de Motocross em Agudos

capa do sudoeste
1ª Etapa Campeonato Sudoeste Paulista de Motocross
30 de junho de 2017
cartaz
3ª Etapa Copa Paulista de Motocross em Taguai
31 de agosto de 2017

2ª Etapa Copa Paulista de Motocross em Agudos

cartaz final

Venezuelano Humberto "Machito" Martin vence principais categorias em Agudos Redação MotoX.com.br - Texto e fotos: Luiz C. Garcia

Largada da MX Open
A segunda etapa da Copa Paulista de Motocross foi recebida com festa em Agudos. A competição nos dias 22 e 23 fez parte das festividades de aniversário da cidade, reunindo grande nomes da modalidade e um excelente público. Na pista, destaque para o venezuelano Humberto "Machito" Martin que venceu as principais provas para motos importadas, e também para a emocionante disputa entre Anderson Amaral e Gabriel Montagner nas baterias para motos nacionais. + Veja mais fotos na galeria de imagens da prova Machito deu início a sua participação no evento vencendo a MX Pro. Com uma boa largada, assumiu a ponta seguido por um forte grupo capitaneado por Gabriel Montagner. Anderson Amaral começou mal e na primeira volta figurava no meio do pelotão, na nona posição. Com Machito seguro na liderança, Montagner tratou consolidar o segundo posto. Daniel Caputo no início ocupou a terceira colocação, mas da metade da prova em diante quem ocupou o posto foi Anderson Amaral. No finalzinho da prova, Caputo perdeu muito rendimento e possibilitou a chegada de Raul Faustino que não demorou em assumir a quarta colocação deixando o rival em quinto.
Sem encontrar dificuldades, Humberto Machito repetiu o desempenho da prova anterior na MX Open. Largando bem, o venezuelano conquistou a segunda vitória de ponta a ponta. No começo da prova, Anderson Amaral e Gabriel Montagner fizeram uma ótima disputa pela segunda posição. Após algumas trocas, Montagner levou vantagem e assumiu definitivamente o segundo posto. Vinícius Sousa Martins, após muito esforço, ficou com o quarto lugar, enquanto o veterano Rodrigo Guedes fechou a bateria na quinta colocação.
 
Largada da MXN Open
Anderson Amaral e Gabriel Montagner protagonizaram outro belíssimo duelo na MXN1, desta vez valendo a liderança. Amaral largou bem e assumiu a ponta, porém praticamente não teve folga das investidas de Montagner. A definição veio somente no finalzinho da prova, quando Amaral aproveitou bem os retardatários e abriu uma pequena vantagem garantindo a vitória. Fábio Sukekawa largou bem na terceira posição, mas com problemas terminou apenas na nona posição. Quem se fixou na terceiro lugar foi Gabriel Sanciane que fez uma boa corrida de recuperação. Marcelo "Buri" Moraes terminou a prova em quarto e Luiz Guilherme Porto em quinto.
Pela MXN Gold a disputa pela liderança se repetiu entre Amaral e Montagner. Após algumas investidas, Montagner conseguiu assumir a primeira colocação após um deslize de Amaral. A partir daí, com Montagner administrando as tentativas de aproximação do concorrente, as duas primeiras colocações se definiram. Gabriel Sanciane ficou com a terceira posição já com certa distancia para os lideres. José "Pitio" Faustino se isolou na quarta colocação e Marcelo Moraes ficou em quinto.
Outra bateria de motos nacionais a MXN2 teve um desfecho emocionante no final. Fábio Sukekawa liderou praticamente a prova inteira, mas, faltando duas voltas, o líder se perdeu em uma curva e caiu. Quem aproveitou e pulou na frente foi Iago Carraro. Sukekawa ainda tentou pressionar o líder e chegou a encostar, mas já era tarde e a vitória ficou com Iago. Guilhermo Gaffo conqusitou a terceira colocação e Luiz Otavio Júnior a quarta. Em ótima corrida de recuperação, Paulo Ribeiro Júnior saiu das últimas posições para o quinto lugar.
  Na categoria 2 Tempos o domínio foi de Raul Faustino desde o começo. Giuliano Barbosa também conseguiu um bom ritmo de prova e tentou se aproximar do líder, mas acabou mesmo com o segundo posto mantendo certa distância do terceiro colocado Lucas Chimbo. Cézar Ferreira ficou com o quarto lugar e Eduardo Oliveira subiu no pódio em quinto.
A categoria Intermediária foi cheia de alternativas com muita disputa em praticamente todas as posições. A prova começou com Edson Ramalho na ponta seguido de Vinícius Martins e Pitio Faustino. Andando forte, Vinícius passou ao comando na metade da corrida. Saindo da quarta colocação no início, Lucas Moraes terminou a prova na segunda posição. Pitio sustentou o terceiro posto até o final, com Edson Ramalho em quarto e Luiz Guilherme Porto, com uma bela apresentação, completando o pódio.
A categoria Júnior foi decidida após um incidente entre os dois primeiros colocados da prova. João Marcos Pavan liderava contendo às investidas de Vinícius Martins até que, na metade final da corrida, os dois se enroscaram e quem levou a pior foi Pavan que após conseguir voltar terminou somente na quarta colocação. Já Vinícius retornou a disputa na liderança e, sem ninguém para atrapalhar, ditou o ritmo até a bandeirada. Geovane dos Santos saltou para a segunda posição e Felipe Araújo para a terceira. A mineira Larissa Dallo fechou a bateria na quinta colocação. Nas baterias com os mais jovens pilotos, Gabriel Cirino venceu a 50cc com Lucas Aleixo na segunda posição. Bem mais atrás em terceiro ficou Miguel de Oliveira e César Santos fechou o pódio na quarta colocação. Cirino voltou a subir ao pódio na categoria 65cc, só que desta vez na segunda posição. A prova foi vencida por Lucas da Silva. Felipe Moraes terminou na terceira colocação. Iuri Gigliotti e Vitor Pedro completaram os cinco primeiros da bateria. Rodrigo Guedes administrou muito bem a corrida da categoria MX4. O piloto de Botucatu largou na frente e, com ótimo ritmo, não deixou que ninguém se aproximasse para tentar um ataque. Já na segunda colocação Jeverson Camiloti oscilou em algumas posições durante a prova até retomar o posto no finalzinho da prova. Fábio Sukekawa realizou uma ótima corrida de recuperação depois de largar nas últimas posições e terminou em terceiro. Edson Ramalho terminou em quarto e Giuliano Barbosa, com um ritmo constante, em quinto.
As categorias MX5 e MX6 andaram juntas e a vitória da bateria foi de Luciano Panhozzi que, mesmo tendo problemas no inicio da prova, conseguiu pular pra primeiro no finalzinho garantindo o primeiro lugar nas duas classes. Alcir Brito ficou em segundo também em ambas. Já a terceira posição na MX6 ficou Luiz Moura e na MX5 com Aguinaldo de Oliveira. A quarta e a quinta colocação da MX6 ficaram com Pedro Cirino e Dickson Ferreira, respectivamente. Na MX5, Aristeu "Chaveirinho" Gonçalves conquistou o quarto lugar e Luiz Moura o quinto.
A MX3 levantou o público com uma emocionante disputa pela liderança. Rodrigo Guedes saiu da terceira posição para assumir a ponta ainda no começo da prova levando junto Luis Saron que não mediu esforço para superar o rival. Porém, usando toda a sua experiência, Guedes conseguiu segurar a ponta e teve o trabalho facilitado com uma queda de Saron na metade da prova. Paulo Mattos largou na ponta, mas com o ritmo pesado dos ponteiros teve que se contentar com o terceiro lugar. Jeverson Camiloti ficou em quarto e Fábio Sukekawa fechou o pódio em quinto. Depois de todas as baterias, o diretor da SMS Cross, Mauro César, agradeceu a todos os presentes avaliando o evento como excelente. "A prefeitura não mediu esforços para a reforma da pista, para preparar a estrutura de arquibancada e barracas, enfim, teve um cuidado especial para acomodar bem o público", destacou o organizador do campeonato.
A Copa Paulista tem supervisão da FMESP (Federação de Motociclismo do Estado de São Paulo) e conta com apoio de Valor Tecnologia de Ativos, Moura Motos, Solucard, Pastel Brasil, Marcinho Motos, Derriçamaq, MRP, K21, Intermotos, DimenLed, RI Informática, MGM Telecom, Ferraz Motors, Adventure Off Road, Carretinhas Bauru, RKS Racing, Two Strokes, Couto Motos, Braz.com  e Despachante Rodrigues Alves. Mais informações sobre próximas provas e classificação geral da temporada podem ser consultadas no site da SMS Cross.

Confira como foi

  • logo-solucard
  • intermotos
  • dimenluz-logo-led
  • MTM BRASIL LOGO
  • despachante
  • ferraz
  • rocadeiras
  • mgm
  • motorio
  • ri
  • PASTEL
  • marcinho motos
  • JOVEM PAN
  • guedinho
  • logo
  • LOGO_MRP_COREL1
  • KIOSK BOLL
  • MOURA
  • valor
  • adventure
  • braz
  • strokes
  • rks
  • carretinhas
  • COUTO MOTOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso Importante

As inscrições para a 6°Etapa da Solucard Copa Paulista de Motocross, só serão gratuitas para pilotos que participaram da última etapa da copa realizada na cidade de Bauru-SP.