7ª Etapa da Copa Paulista de Motocross – Stª Cruz do Rio Pardo

cartaz manduri web
6ª Etapa da Copa Paulista de Motocross – Manduri
5 de setembro de 2019

7ª Etapa da Copa Paulista de Motocross – Stª Cruz do Rio Pardo

cartaz st

Japinha consagra grande temporada da final da Solucard Copa Paulista de Motocross em Santa Cruz do Rio Pardo

 

Piloto de Tupã vence as principais provas dos dois dias. Destaque também para as provas no sábado a noite e as vitórias de Rafael Zenni.
Mais uma vez Renan Goto (Japinha), de Tupã/SP venceu mais uma vez as principais baterias dos dois dias da 7º e última etapa da Solucard Copa Paulista de MX dias 12 e 13 de outubro. O evento Motor Show teve Motocross no sábado a noite e no domingo, apresentações aéreas, encontro de motociclistas e campeonato de som automotivo da MTM BRASIL. Este evento foi realizado pela Prefeitura Municipal por meio do setor de Esportes e Lazer com o apoio do departamento de Obras e Saúde.

Japinha venceu primeira bateria da Nacional Open e MX Open de sábado, e também no domingo a segunda bateria da Nacional Open e da MX Open, além da MXN1. Desta vez, ele perdeu a MX2 no sábado para o Matheus Faveiro, de Londrina/PR, quando caiu e não conseguiu brigar novamente pela posição. Ele terminou em terceiro.

Na MXN Open de sábado Japinha começou pressionado fazendo ultrapassagens mas logo estava em primeiro. Matheus terminou em segundo. Já Fabio Brito (Fabinho), de Santo Antonio da Platina/PR, teve o terceiro lugar ameaçado por Gabriel Sanciane (Gabi), de Bauru/SP, mas se saiu melhor. José Divino (Pitio), de Riversul/SP, largou mal, recuperou várias posições e terminou em quinto. No domingo, a briga pelo primeiro lugar só foi definida nas últimas voltas, quando Japinha superou Pitio e terminou em primeiro, com Pitio em segundo, Gabi em terceiro, Thallys Bueno, de Tatuí/SP, em quarto e Fernandinho, de Cambará/PR, em quinto

Na MX Open de sábado Japinha até largou mal foi recuperando posições e terminou em primeiro. João Marcos (Jhow Jhow) de Jacarezinho/PR, brigou bastante pela posição com Luiz Henrique (Foguete), de Mandaguari/PR, e ficou em segundo, com Foguete em terceiro. Já Luiz Fernando, de Maringá/PR, estava bem na prova, ficou em segundo por muito tempo, mas no final perdeu rendimento, foi ultrapassado por Jhow Jhow e Foguete e terminou em quarto. O quinto colocado foi Thiago Garcia, de Apucarana/PR.

No domingo, Japinha venceu com tranqüilidade. Jhow Jhow andou o final com o número lateral solto, mesmo assim foi pouco ameaçado e ficou com o segundo lugar. Foguete terminou em terceiro, Luiz Fernando foi o quarto, com o Thiago Garcia, em quinto.

Na prova que Japinha participou e perdeu foi a MX2. Melhor para Matheus de Londrina. Jhow Jhow também superou o piloto de Tupã e terminou em segundo, Japinha recuperou posições e ficou com o terceiro lugar. Foguete terminou em quarto e Bruno, também de Jacarezinho/PR, fechou os cinco primeiro.

Outro grande nome que esteve em Santa Cruz do Rio Pardo foi Rafael Zenni, de Itu/SP. Além de ministrar uma clinica de Motocross pela manhã de sábado para uma grande parcela dos pilotos, venceu com tranqüilidade a MX1, sem dar chances para o segundo colocado, o Luiz Fernando, de Maringá/PR. Ricardo, também de Itu, fez várias ultrapassagens e ficou com o terceiro posto. Leandro Serrano, de Siqueira Campos/PR, foi o quarto e Thaigo Garcia fechou os cinco primeiros.

Ainda no sábado, pega foi bom na 65cc, entre Marcos Leandro, de Tamarana/PR e Lucas Pereira, de Araçatuba/SP. Melhor para o piloto de Tamarana, que conseguiu a ultrapassagem nas últimas voltas. João Aquino, de Tarumã/SP, andou tranqüilo no terceiro lugar. Kayan, de Santo Antonio da Platina/PR foi o quarto e Isabela, de Apucarana, representou bem as meninas e fechou o pódio.
Na MX4, a vitória foi tranqüila do Luiz Fernando, de Maringá. Valdecir (Tinho), de Cornélio Procópio/PR fez várias ultrapassagens e terminou em segundo. João Batista, de São Paulo/SP, ficou em terceiro. Alex Antonio (Tom), de Angatuba/SP, fez boa prova e terminou em quarto. Xuxu, da Londrina/PR, teve dificuldades e conquistou o quinto posto.

Já no domingo, as meninas e os senhores da MX5 deram inicio as provas e Ana Leticia, de Ibaiti/PR fez boa prova no feminino e venceu, com Eloisa, de Avaré/SP, em segundo e Maria Eduarda, de Paranapanema/SP, em terceiro. Na MX5, vitória de ponta a ponta do Alcir, de Marilia. Luiz Moura, de Piraju/SP, ficou com o segundo lugar. Ezequias, de Cambé/PR, foi o terceiro. Nenê Mantovani, de Manduri/SP, ficou com o quarto posto e fechou o pódio José Estevam (Vô Zezo), de Tarumã/SP.

Japinha começou o domingo vencendo a MXN1, visto de razoável distância por Matheus, de Londrina, segundo colocado. A briga foi boa pelo terceiro lugar e quem ficou na frente foi Pitio, que levou a melhor sobre Ricardo, de Itapetininga/SP. Thallys Bueno, de Tatuí, andou bem e terminou no quinto lugar.

Na Junior, Leonardo, de Braúna/SP se destacou e venceu com boa distância para Gabriel, de Ibaiti/PR. O pega da 65cc se repetiu na Junior e as posições foram as mesmas, com Marquinhos, de Taramara, em terceiro, e Luquinha, de Araçatuba, em quarto. Juan Pablo caiu no começo, recuperou as posições com várias ultrapassagens e terminou em quinto.

Na MX3, novo show de Rafael Zenni, que largou bem e liderou toda a prova até a bandeirada quadriculada. Luiz Fernando, de Maringá, andou bem e foi pouco ameaçado por Thiago Garcia, de Apucarana, conseguiu o segundo lugar. Thiago ficou com o terceiro posto, Na frente de Tinho, de Cornélio Procópio e João Batista, de São Paulo.

Na 50cc, vitória de João Aquino, de Tarumã. Segundo lugar ficou o Luiz Afonso, de Itapeva/SP. Terceiro lugar para Pedro Lucas, de Paranapanema/SP. Isabela, de Apucarana, terminou em quarto e Gabriel, de Bauru fechou os cinco primeiros.

Na Intermediária, Juninho, de Itaí/SP, confirmou o favoritismo e venceu. Leonardo, de Braúna, não ameaçou e não foi ameaçado, ficando em segundo. Yago, de Jaú/SP, conquistou o terceiro lugar na última volta. Como também o Kewen, de Nova Esperança/PR, e o Fred, de Paranapanema. Carlos Henrique (Xarope), da Cambará/PR, era o terceiro até a última volta mas teve problemas de freio e terminou em sexto.

Na MXN2, Gleison Roberto (Grampola), de Cambará venceu com tranqüilidade, com André, de Angatuba/SP, em segundo, Marcos Alexandre, também de Angatuba, em terceiro, Kewen, de Nova Esperança, foi o quarto, e Diogo Cerri, outro piloto de Angatuba, fechou o pódio.

A Solucard Copa Paulista de Motocross tem o patrocínio da Solucard, Valor Tecnologia de Ativos, Conti Cola, IMS Racewear, Também tem o apoio de Moura Motos, Açay da Dry, MZ Mine Motos, Rota Brusca Motopeças, Agente de Ideias, Turn Down, Marcinho Motos, Gringos Lava Jato, Os Galeguinhos Restaurante, Solimã Comércio de Milho e Soja, Couto Motos e Tabacaria Asa Branca

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *