2ª Etapa Copa Paulista de Motocross – Presidente Alves

1ª Etapa Copa Paulista de Motocross – Pedrinhas Paulista
11 de fevereiro de 2020
3ª Etapa Copa Paulista de Motocross – Angatuba
9 de março de 2020

2ª Etapa Copa Paulista de Motocross – Presidente Alves

2ª Etapa Copa Paulista de Motocross – Presidente Alves
Texto e fotos: SmsCross

Disputas incríveis nas principais provas da segunda etapa da Copa Paulista de Motocross em Presidente Alves.

O terreno arenoso da cidade de Presidente Alves foi palco de disputas emocionantes entre jovens pilotos e veteranos.

Na MX Open, Rafael Zenni (Itu/SP) saiu na frente, mas depois da primeira curva, Japinha abriu e venceu praticamente de ponta a ponta. Zenni teve problemas em sua moto e desistiu da prova. João Marcos, o Jhow Jhow (Jacarezinho/PR), passou Daniel Caputo (Tatuí/SP) e levou sua moto ao segundo lugar. Daniel depois fez corrida sem adversários próximos e terminou em terceiro. O piloto José Rafael (Cerqueira César/SP) terminou em quarto, com Igor Gusmão, o KBça (Bandeirantes/PR) fechou o pódio.

Mas na MX1 Japinha teve mais trabalho para vencer alternando em boa parte da prova o primeiro lugar com Zenni. No final valeu mais a juventude de Japinha para a vitória. Zenni ficou com o segundo lugar. Daniel Caputo terminou em terceiro. Quarto lugar para Adriano Gelli, o Cacoal (Tupã/SP). E o quinto foi Ricardo Bellucci, o Boza (Piraju/SP).

Na MX2 mais disputas emocionantes entre Japinha e Jhow Jhow. A disputa terminou com Japinha em primeiro e Jhow Jhow em segundo. Nilson Breda (Marília/SP) terminou em terceiro, com José Rafael em quarto e Luiz Moura (Piraju/SP) em quinto.

Na MXN Open, o adversário de Japinha foi Gabriel Sanciane, o Gabi (Bauru/SP). Mas Japinha foi a frente logo no começo e abriu vantagem. Gabi começou mal, caiu, e teve que se recuperar durante a prova para terminar em segundo. Jonatas Rojas (Cruzalia/SP) estava em terceiro mas também caiu, perdeu a posição para Thallys Bueno (Tatuí/SP) e terminou em quarto. O quinto colocado foi Rodolfo Moraus (Lins/SP).

Japinha também teve trabalho para vencer a MXN1. No começo a surpresa foi o desempenho de Lucas Lima, o Juninho (Itaí/SP). Ele largou bem e ficou em primeiro nas primeiras voltas, para depois andar perto de Japinha e Gabi, só que teve problemas e desistiu da prova. No final Japinha ainda errou na pista e permitiu a proximidade de Gabi mas não perdeu o primeiro lugar, com Gabi em segundo, Fabio Brito (Santo Antonio da Platina/PR) em terceiro, Thallys em quarto e Luis Saron (Tatuí/SP), voltando aos campeonatos da SMS Cross, no quinto lugar.

O multi campeão Rafael Zenni novamente ganhou com folga a MX3. Só Fabio Brito que não terminou e perdeu pontos importantes no campeonato. Luciano Ferreira, o Duenti (Serrana/SP) fez boa prova e terminou em segundo. Edson Junior, o Tigrão (Lins/SP) também andou bem e ficou com o terceiro lugar. Boza foi o quarto e Gustavo Strini (Jardinópolis/SP) fechou o pódio.

Tigrão venceu a MX4 conseguindo manter a distância sobre Fabio Brito, que foi o segundo e Duenti, que terminou em terceiro. Mesmo com o acidente na última etapa, Alcir Brito (Marília/SP) fez boa largada e estava nas primeiras posições, só que caiu, se recuperou e chegou no quarto lugar, ultrapassando um pouco antes da chegada Gustavo Strini.

Com o quarto lugar na MX4, Alcir venceu a MX5, com Dickson Ferreira (Lins/SP) em segundo, Ezequias Santos (Cambé/PR) em terceiro, Adilson Moura (São Manoel/SP) em quarto e Osmar Muniz (Lins/SP) em quinto.

As duas primeiras posições foram as mesmas da primeira etapa na Nacional Sênior 33. Fabio Brito venceu, acompanhado por Gleison da Cunha, o Grampola (Cambará/PR). Tigrão desta vez não conseguiu superar os adversários e terminou em terceiro, acompanhado de Leandro Barbosa (Cândido Mota/SP) e Aldimar Moro, o Tio Fritz (Cruzália/SP).

Igor Nascimento (Assis/SP) venceu a MXN2 depois de conseguiu superar João Paulo (Lucélia/SP). Grampola que venceu a primeira, não se deu bem desta vez e terminou em terceiro. O quarto foi Rodolfo e o quinto foi Danilo, os dois pilotos de Lins/SP.

Na Intermediária a vitória foi de novo de Lucas Andrade (Marilia/SP). Giuliano Barbosa (Araçatuba/SP) ficou com o segundo lugar. O terceiro foi Rodolfo Moraus (Lins/SP). Em quarto Rafael Santos (Sorocaba/SP), e Luis Fernando (Taquarituba/SP) fechou os cinco primeiros.

Na Junior B, Ana Leticia Watfe (Ibaiti/PR) não deu chance para Luquinha Silva (Araçatuba/SP) e venceu, com Luquinha em segundo. Guilherne Valverde (Assis/SP) completou em terceiro. Evelyn Moro (Cruzalia/SP) foi a quarta colocada e Renata Almeida (Marília/SP) ficou com o quinto lugar.

As posições das mulheres da Junior refletiram as posições da categoria Feminina, com Ana em primeiro, Evelyn em segundo e Renata na terceira posição.

Para os pequenos das Mini Motos ou até 11 anos as primeiras posições não foram diferentes da primeira etapa. Luquinha (Araçatuba/SP) foi o primeiro e João de Aquino (Tarumã/SP) ainda andando com a moto do seu avô, terminou em segundo. Kayan Brito (Santo Antonio da Platina/PR) ficou em terceiro. Kauã Fontanese (Bauru/SP) foi o quarto e Thomas Ferreira (Tarumã/SP) fechou o pódio.

Na 50cc Luis Afonso (Itapeva/SP) abriu boa diferença dos adversários e foi o primeiro. Kayan Brito foi o segundo, seguido Thomas e Miguel Oliveira (Paranapanema/SP).

A próxima etapa da Copa Paulista de Motocross, organizada pela SMS Cross, está marcada para 7 e 8 de março, em Angatuba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *