Abertura Conferência de Motocross Leste e Oeste 2022- Iaras – SP

Super Final Copa Paulista de Motocross 2021- Itai – SP
3 de janeiro de 2022
2ª Conferência de Motocross Leste e Oeste 2022- Ocauçu – SP (Etapa Noturno)
18 de maio de 2022

Abertura Conferência de Motocross Leste e Oeste 2022- Iaras – SP

Corrida histórica na abertura da Copa Paulista de Motocross 2022

Para quem queria ver disputas de alto nível entre os pilotos, isso não faltou na abertura da temporada 2022 da Copa Paulista de Motocross, em Iaras. Foram “pegas” acirrados em todas as baterias com motos nacionais, importadas e por idade.
Quem se destacou pelas motos importadas foi Ismael Rojas (Assis/SP). Ele começou o dia vencendo a MX3, para pilotos acima de 30 anos. No começo superou a boa largada de Lucas Moraes (Tabatinga/SP) e chegou tranqüilo no primeiro lugar. A disputa foi boa pelo segundo lugar. João Vitor Cardelli (Tatuí/SP) conseguiu superar Lucas e deu trabalho para Marcos Moraes (São Carlos/SP). Após muitas voltas mantendo uma defesa difícil de superar, Moraes ultrapassou João Vitor e ficou com o segundo lugar, deixando o piloto de Tatuí em terceiro. O Paraguaio Cesar Rotela, de Assunção (PAR), que fez uma prova de recuperação e ficou com o quarto lugar, com Lucas Moraes terminando em quinto.
Rojas também venceu a MX1 e a corrida foi muito parecida com a MX3, até nas posições, porque Marcos Moraes teve também que superar João Vitor Cardelli para ficar com o segundo lugar. João Vitor terminou em terceiro. Cesar Rotela foi o quarto. Só Rodrigo Guedes (Botucatu/SP) é quem diferenciou este pódio e terminou em quinto.
Na MX Elite, alguém se intrometeu nesta disputa. Renan Goto (Tupã/SP). Ismael venceu com boa vantagem mas Goto, se colocou no meio e terminou em segundo, colocando Marcos Moraes um degrau abaixo no pódio. César Rotela também terminou a Elite em quarto. E Rafael Travessa (Dois Córregos/SP) fez boa corrida e terminou em quinto.
Sem Ismael e Moraes na disputa, Renan Goto andou livre e tranqüilo para vencer a MX2. Rafael Travessa também andou bem e ficou com o segundo lugar. Raul Povedano (Ibiúna/SP) ficou com o terceiro lugar, com Marcelo Moraes (Cerqueira César/SP) em quarto e o pequeno João Aquino (Tarumã/SP) em quinto.
Lucas Moraes, que sempre largava bem, mas não mantinha a ponta na principais baterias, conseguiu seu melhor resultado e venceu a Importada Intermedária. O segundo lugar teve disputa até metade da prova e quem se deu bem foi Arthur Ranzini (São Carlos/SP), que deixou Felipe Sallun (Taquaritinga/SP) no terceiro lugar. Juan Pablo de Souza (Itaporanga/SP) ficou em quarto e Frederico Oliveira (Paranapanema/SP) fechou os cinco primeiros.
Nas categorias Nacionais, Ismael começou tendo vantagem, porém sua moto quebrou na MXN1, deixando a pista livre para Marcos Moraes. O piloto de São Carlos venceu a N1, depois de boa briga com Renan Goto. Lucas Lima (Itaí/SP) terminou em terceiro, após superar a perseguição de Gabriel Sanciane (Bauru/SP) que ficou em quarto. Jonatas Rojas (Santo Antonio da Platina/PR) chegou até ser primeiro colocado no início, mas foi superado pelos adversários e subiu no pódio em quinto.
Na Nacional Elite, Ismael emprestou uma moto mas não teve o mesmo rendimento e foi superado por Marcos Moraes. Rojas ainda terminou em segundo, com boa distância para Renan Goto. Lucas Lima novamente terminou em quarto, com Jonatas Rojas em quinto.
Dois pilotos se revezaram no primeiro lugar da Nacional 2. O vitorioso no final foi Jair Junior (Itaí/SP). Ele superou os erros e as ultrapassagens de Willian Ferreira (Assis/SP), que terminou em segundo. Pedro Domingues (Paranapanema/SP), superou Ekel Bonin (Assis/SP) no final e ficou com o terceiro lugar, com Ekel logo atrás. Jean Sabino (Bauru/SP) fechou o pódio.
João Vitor Cardelli mostrou seu potencial e venceu a MX4. Fabio Brito (Santo Antonio da Platina/PR), mesmo de Nacional, mesmo com a Escapulá quebrada, mostrou porque é tretra campeão paranaense e ficou com o segundo lugar. Bruno Basso (Botucatu/SP) ficou em terceiro. Rodrigo Guedes foi o quarto e Marcelo Moraes terminou em quinto.
Nesta temporada, a novidade da Copa Paulista de Motocross são as categorias 4.5 e 5.5. Na 4.5 a disputa do primeiro lugar foi até a última curva e quem venceu foi Rodrigo Guedes. Na última curva Rodrigo Guerreiro (Botucatu/SP) se enroscou com Guedes e caiu. Logo depois, se levantou e terminou em segundo. Alcir Brito (Marília/SP) foi o terceiro. Alexandre Aleto (São Paulo/SP) ficou em quarto e Jeverson Camilotti (Santo Antonio da Platina/PR) terminou a prova com o quinto lugar.
Aleto conseguiu a vitória na MX5, superando seu principal oponente, Alcir Brito, que ficou em segundo. Edmar Guerreiro (São Carlos/SP) ficou com o terceiro lugar. Ezequias Santos (Cambé/PR) foi o quarto e Alvaro Cândido Filho, o Paraguaio, ficou com o quinto lugar. Alcir Brito levou a melhor e venceu na 5.5, com Dickson Ferreira (Lins/SP) em segundo. Rodinei Martins (Cornélio Procópio/PR) em terceiro. Marcus Bernardes (Araraquara/SP) em quarto. E Claudinei Palazzio (Cornélio Procópio/PR) em quinto.
Raul Povedano venceu na Junior A, com João de Aquino em segundo. Juan Pablo de Souza em terceiro. Ana Leticia Watfe (Ibaiti/PR) em quarto e Vitor Hugo de Lima (Cornélio Procópio/PR) em quinto. Na Junior B, João de Aquino fez boa disputa com Luiz Afonso Prestes (Itapeva/SP) e levou a vitória, com Luiz Afonso em segundo. Caio Priosti (Matão/SP) foi o terceiro. Gabriel Sugi (Bauru/SP) foi o quarto e Kaian Brito (Santo Antonio da Platina/SP) fechou o pódio.
Entre as Mini Motos, vitória de Arthur Cobos (Avaré/SP). Kaian Brito foi o segundo. Miguel Boer (Dourados/MS) foi o terceiro. Gabriel Sugi ficou em quarto. E Enzo Araujo (Paranapanema/SP) ficou em quinto. Na 50 cilindradas, Thomaz de Aquino (Tarumã/SP) foi o primeiro, Fernando Endo (Dourados/MS) foi o segundo. E José Arthur Galvão (Itapeva/SP) ficou com o terceiro lugar.
Entre as mulheres, vitória para Ana Leticia Wafte. Segundo lugar ficou com Lorena Espinossa (Presidente Prudente/SP). Isabella Recco (Olímpia/SP) foi a terceira colocada. Ana Julia Travessa (Dois Córregos/SP) foi a quarta. E Maria Eduarda Araujo (Paranapanema/SP) ficou com o quinto lugar.
A abertura da Copa Paulista de Motocross teve apoio total da Prefeitura de Iaras, do Prefeito Marcos Jose Rosa “Quinha” e o Vice Prefeito Jonas.
A próxima etapa será parte noturna e está marcada para 13, 14 e 15 de maio, em Ocauçu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.