2ª Conferência de Motocross Leste e Oeste 2022- Ocauçu – SP (Etapa Noturno)

Abertura Conferência de Motocross Leste e Oeste 2022- Iaras – SP
22 de março de 2022
3ª Conferência de Motocross Oeste 2022- Cruzáli – SP
28 de junho de 2022

2ª Conferência de Motocross Leste e Oeste 2022- Ocauçu – SP (Etapa Noturno)

GABRIEL MORTAGNER E MARCOS MORAES VENCEM AS PRINCIPAIS PROVAS DA COPA PAULISTA DE MOTOCROSS EM OCAUÇU

A equipe Luis Racing veio com seus principais pilotos (Gabriel Montagner, de Araraquara/SP, e Marcos Moraes, de São Carlos/SP) e venceu as principais baterias da segunda etapa da Copa Paulista de Motocross, neste final de semana de 14 e 15 de maio. O maior destaque da organização é que as baterias de sábado foram noturnas. Destaque também para o público que foi em grande número ao evento e vibrou com as disputas de posições de todas as provas.

No sábado, a primeira vitória de Alcir Brito, de Marilia/SP, nas categorias MX5 e MX5.5. Na prova, ele andou sempre perto do destaque nacional Renato Amaral, de Assis/SP, aproveitou o vacilo do adversário e assumiu a liderança, terminando em primeiro, Amaral foi o segundo. Renato Batista, também de Marília, superou vários adversários e terminou em terceiro, com Isaias Rojas, de Assis, em quarto e Ezequias Rodrigues, de Cambé/PR, em quinto. Na 5.5, Alcir foi o primeiro, Dickson Ferreira, de Lins, ficou em segundo. Marcus Bernardes, de Araraquara/SP, foi o terceiro. Adail Buchi Junior, de Presidente Prudente/SP, ficou em quarto. E Rodinei Martins, de Cornélio Procópio/PR fechou o pódio.

Na MX4 Renato Amaral se adaptou melhor a pista e conseguiu a vitória, mas foi o tempo todo perseguido por Marcelo Moraes, de Cerqueira César/SP que terminou em segundo. Leandro Serrano, de Siqueira Campos/PR, andou tranqüilo, recuperou posições e terminou em terceiro. Alcir não teve a mesma sorte da MX5 e terminou em quarto, seguido por João Batista da Silva, de São Paulo/SP.
Nas principais provas, destaque para a vitória de Marcos Moraes na MXN1. A chuva estava branda neste momento e exigiu uma pilotagem muita técnica de todos os pilotos. Gabriel Montagner largou bem e liderou na primeira volta mas passou do ponto na curva dividida e caiu no começo das costelas, perdendo uma volta. Neste momento Marcos Moraes ficou tranqüilo para vencer. Gabriel Sanciane, de Bauru/SP, fez ótimas ultrapassagens e terminou em segundo, com Lucas Lima, de Itaí/SP, em terceiro. Jonatas Rojas, de Santo Antonio da Platina/PR, em quarto e Willian Bernardi, de Assis, em quinto.

O destaque nas provas no sábado ficou com o corpo a corpo na disputa pelo primeiro lugar na MX2, entre Mortagner e Renan Goto, de Tupã/SP. Os dois travaram uma luta pelo primeiro lugar intensa e Goto até abriu um pouco na liderança mas sua moto quebrou e deixou o caminho livre para a vitória do piloto de Araraquara. João Marcos Pavan, de Cambará/PR foi o segundo. Rafael Travessa, de Dois Corregos/SP, ficou em terceiro. Raul Povedano, de Ibiuna/SP ficou em quarto e, Olacir Pontieri, de Itápolis/SP, fechou o pódio. Na Junior A, que correu junto da MX2, vitória para Raul Povedano, com João de Aquino, de Tarumã/SP, em segundo, Egidio Camilo, de Dourados/MS, em terceiro e João Teixeira, de Bauru, em quarto.

Na Nacional Senior 35, Marcelo Moraes dominou a prova e venceu de ponta a ponta. Igor Gusmão, de Bandeirantes/PR fez boa prova e terminou na vice-liderança. Carlos Aberto da Silva, de Paraguaçu Paulista/SP, até ficou bom tempo no segundo lugar mas foi ultrapassado e terminou em terceiro, seguido de Isaias Rojas e Aldimar Moro, de Cruzalia/SP.

Os pequenos também correram no sábado na categoria Mini Motos. Arthur Cobos, de Santa Cruz do Rio Pardo/SP venceu de ponta a ponta. Miguel Boer, de Dourados/MS, segurou bem o segundo lugar, com Gabriel Piedade, de Itapeva/SP, em terceiro. Pedro Lucas Araujo caiu e levou a bandeira quadriculada no quarto lugar, seguido por Igor Bara Vieira, de Bauru.

No domingo, mais três vitórias de Marcos Moraes, as duas primeiras foram na MX1 e MX3 que correram juntas. Na MX1 Montagner largou mal e teve que recuperar várias posições para terminar em segundo. Lucas Moraes, de Tabatinga/SP, andou bem e chegou em terceiro. Geovane dos Santos, andou forte, caiu e ainda terminou em quarto. Victor Mantovani, de Manduri/SP, também em prova de recuperação, fechou o pódio.

Na MX3 Marcos Moraes andou sem ser ameaçado pelos adversários. Lucas Moraes terminou em segundo. Leandro Serrano foi o terceiro. Lucas Andrade, de Marília, terminou em quarto, seguido por João Batista da Silva, em quinto.

Depois o piloto de São Carlos venceu a MX Nacional Elite, sempre acompanhado por Mortagner. Só que nessa o piloto de Araraquara ficou na cola boa parte da prova e tentou a ultrapassagem, mas passou do ponto e saiu da pista, deixando caminho livre para a vitória de Moraes, com Montagner em segundo. Lucas Lima, de Itaí/SP andou bem e terminou em terceiro, seguido por Willian Ferreira e Jonatas Rojas.

Na ultima disputa entre os pilotos da Luis Racing, vitória para Montagner na MX Elite. Ele largou bem e liderou de ponta a ponta. Marcos Moraes o perseguiu durante a prova, mas não conseguiu um momento claro de ultrapassagem, terminando em segundo. João Marcos Pavan, fechou a prova em terceiro. Leandro Serrano ficou com o quarto lugar, conseguindo no final a ultrapassagem sobre Mario Franzini, que fechou o pódio.

Na MX4.5, nova vitória de Alcir Franco. Ele foi conquistando posições durante a prova e no final acabou premiado pelo erro de João Batista da Silva, que terminou em segundo. Geronimo Martins, de Bauru, foi o terceiro. Isaias Rojas ficou com o quarto lugar, e Evandro dos Santos, de Pompéia/SP terminou em quinto.

Houve mais duas corridas dos pequenos. Na 50cc, vitória de Thomaz de Aquino, de Tarumã/SP, com José Arthur Galvão, de Itapeva em segundo, conquistando a posição na última curva de Fernando Endo, de Dourados/MS. Na Junior B, Egidio da Silva venceu de ponta a ponta, com Luiz Afonso Galvão, de Itapeva, em segundo. Alfredo Machado, de Ocauçu/SP foi o terceiro. Enzo Russo, de Itaí, ficou com o quarto lugar e Miguel Boer, finalizou os cinco primeiros.

Entre as meninas, Lorena Espinossa, de Presidente Prudente, confirmou o favoritismo e venceu. Evelyn Moro, de Cruzalia, ficou em segundo. Maria Eduarda Araujo, chegou a ameaçar no começo mas terminou em terceiro, com Nilce Campos, em quarto e Mariangela Ariosi, de Adamantina/SP, em quinto.

Jair Junior, de Itaí, venceu a segunda dele na temporada na categoria MXN2. Ficou a frente com boa vantagem para Igor Nascimento, de Assis. Felipe do Vale, de Cruzalia, terminou em terceiro. Jean Sabino terminou em quarto e Diogo Cerri, conquistou o quinto lugar na última curva, com a queda de Pedro Domingues, de Paranapanema e Ekel Bonin, de Assis.

E os torcedores de Ocauçu vibraram na última prova do domingo com a vitória de João Aquino, de Tarumã, na Intermediaria. O garoto de 12 anos, completados na sexta, dia 13 de maio, largou quarto e foi conquistando posição por posição, até ultrapassar o líder Felipe Sallun, de Taquaritinga/SP, na antepenúltima volta. Depois foi só administrar para vencer. O público foi ao delírio com a ultrapassagem e a vitória do pequeno piloto de Tarumã. Sallun terminou em segundo, com Jean Sabino em terceiro, Rodrigo Araujo, de Itapetininga/SP, em quarto e Arnaldo Paz, de Paranapanema, em quinto.

A segunda etapa da Copa Paulista de Motocross teve a realização da prefeitura de Ocauçu e do prefeito João Benedito Costa e Silva. Organização da CPMX.

A próxima etapa está marcada para a cidade de Cruzalia, nos dias 18 e 19 de junho, pela conferencia Oeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.